ELEIÇÕES MUNICIPAIS: RESUMO HISTÓRICO. CANDIDATOS A PREFEITO, TOTAL DE VEREADORES ELEITOS E CURIOSIDADES

Elpídio: o primeiro prefeito eleito
O Diário da Borborema encerra neste domingo a série sobre a história das eleições municipais em Campina Grande. Contamos (sucintamente, claro) como foram os quinze pleitos com votação direta ocorridos de 1947 até 2008. Na coluna de hoje, faremos uma síntese dessa história. Comecemos relembrando todos os candidatos a prefeito, com o primeiro nome de cada lista indicando o vencedor, e ainda informando o número de vereadores eleitos: 1947) Elpídio de Almeida e Veneziano Vital – 07 vereadores;

1951) Plínio Lemos, Argemiro de Figueiredo e Antonio Rodenbusch – 12 vereadores; 1955) Elpídio de Almeida e Severino Cabral – 15 vereadores; 1959) Severino Cabral e Newton Rique – 15 vereadores; 1963) Newton Rique e Langstein Almeida – 15 vereadores; 1968) Ronaldo Cunha Lima, Severino Cabral, Antônio Vital do Rêgo, Osmar de Araújo Aquino, Plínio Lemos e Stênio Lopes – 15 vereadores; 1972) Evaldo Cruz, Juracy Palhano e Nestor A. de Melo Filho – 15 vereadores.

1976) Enivaldo Ribeiro, Ivandro Cunha Lima, Orlando Almeida, Juracy Palhano e Ermirio Leite Filho – 18 vereadores; 1982) Ronaldo Cunha Lima, Antônio Vital do Rêgo, Moisés Lyra, Edgar Malagodi, Geraldo Magela, Manuel Barbosa, Hermano – 19 vereadores; 1988) Cássio Cunha Lima, Enivaldo Ribeiro, Jairo Oliveira, Edvaldo do Ó, Williams Arruda – 19 vereadores; 1992) Félix Araújo Filho, Enivaldo Ribeiro, Álvaro Neto, Antonio Pereira, Dr. Damião, David Lobão – 21 vereadores;

1996) Cássio Cunha Lima, Enivaldo Ribeiro, Edgar Malagodi, Raimundo Braga Neto –21 vereadores; 2000) Cássio Cunha Lima, Enivaldo Ribeiro, Vital do Rêgo Filho – 21 vereadores; 2004) Veneziano Vital do Rêgo, Rômulo Gouveia, Cozete Barbosa, Lídia Moura, José Araújo – 16 vereadores; 2008) Veneziano Vital do Rêgo, Rômulo Gouveia, Érico Feitosa, Sizenando Leal – 16 vereadores. A eleição com maior número de candidatos a prefeito foi no ano de 1982, ainda no sistema de sublegenda, com sete postulantes.

Os campeões

Foram eleitos duas vezes prefeito de Campina Grande: Elpídio de Almeida, em 1947 e 1955; Ronaldo Cunha Lima, em 1968 e 1982; e Veneziano Vital do Rêgo, em 2004 e 2008. Cássio Cunha Lima foi o único a ser eleito três vezes: 1988, 1996 e 2000.

Cinco vezes

Ninguém disputou tantas eleições para prefeito da Rainha da Borborema quanto Enivaldo Ribeiro. A primeira foi em 1976, quando elegeu-se. Em seguida, Enivaldo concorreu em 1988, 1992, 1996 e 2000, sempre sem sucesso. Foi três vezes derrotado por Cássio Cunha Lima (1988, 1996 e 2000) e uma vez por Félix Araújo Filho (1992).

O campeão

O atual vice-prefeito de Campina Grande, José Luiz Júnior, mantém um recorde: é o único que conseguiu ser eleito duas vezes com a maior votação para a Câmara Municipal. Zé Luiz foi o campeão de votos em 1972 (4.495 sufrágios) e 1992 (3.399).

A lista

Vereadores mais votados: 1947) Antonio Coutinho; 1951) Felix Araújo; 1955) Agassiz Almeida; 1959) Salvino Neto; 1963) Everaldo Agra; 1968) Ari Rodrigues; 1972) Zé Luiz; 1976) Ary Ribeiro; 1982) Félix Filho; 1988) Vitalzinho; 1992) Zé Luiz; 1996) Rômulo Gouveia; 2000) Manoel Ludgério; 2004) Romero Rodrigues; 2008) Inácio Falcão.

Domínio total

Desde 1982, só o PMDB elege prefeitos em Campina Grande. Já são praticamente três décadas de domínio do partido na cidade, apesar de a legenda ter passado por profundas modificações durante todo esse período, sobretudo com a saída da família Cunha Lima.

Lembrando

Ao todo, já são sete eleições vencidas pelo PMDB em CG: 1982; 1988; 1992; 1996, 2000, 2004 e 2008. Nesse período, a cidade só não foi governada pela sigla entre 2002 e 2004, quando Cozete (PT), eleita como vice de Cássio em 2000, assumiu a prefeitura.

Falando em Cozete...

Vale repetir a curiosidade: ela foi a primeira mulher a comandar a PMCG. No fim do seu mandato, tornou-se (ao lado de Lídia Moura) a primeira mulher candidata a prefeita na cidade, que, portanto, teve uma mulher prefeita antes de ter uma mulher candidata.

Publicado no DB de domingo, 06

Nenhum comentário

.