LISTAS DE FILIADOS. E MAIS: CONFIRMADO - DADA COMO EXPULSA DO PT DESDE 2007, COZETE CONTINUAVA FILIADA AO PARTIDO


Após alguns atrasos, o Tribunal Superior Eleitoral divulgou na última sexta-feira a relação atualizada de filiações partidárias. As listas trazem algumas revelações, desmentem negativas e até derrubam fatos da história recente da nossa política estadual, como pode ser observado ao longo do Diário Político deste domingo. De acordo com os dados, o PSD nasce na Paraíba com 5.185 filiados. Em Campina Grande, são 79 membros, porém, poucos em condições (em termos de densidade eleitoral) de brigar por vagas na Câmara Municipal nas eleições do ano que vem.

Dos pré-candidatos na cidade, destaque apenas para o vereador João Dantas, o atual prefeito de Matinhas, Aragão Júnior, e o estudante Raymundo Asfora Neto. Róbson Gouveia, irmão do vice-governador Rômulo Gouveia, que preside o PSD paraibano, também se filiou à nova sigla. O Partido Pátria Livre, que também obteve registro do TSE e pode disputar as eleições 2012, soma 685 filiados no estado, 42 deles na Rainha da Borborema.

O ex-vereador Paulo Eduardo Muniz Gomes, o Paulinho da Caranguejo, que foi presidente do legislativo municipal, deixou o PSDB e, após ser rejeitado pelo DEM, ingressou no PRB. Em 2008, Paulo somou 3.533 sufrágios, ficando apenas na terceira suplência da sua coligação. O ex-presidente da Câmara chegou a ser convidado para fixar residência no PSD, mas, a dificuldade para se eleger pela nova legenda deve ser semelhante à do PSDB e, assim, Paulinho procurou um partido menor.

Também confirmou ingresso no PRB o suplente Ribamar Alves Oliveira, que chegou a assumir o mandato durante licença do vereador Cassiano Pascoal, e deixou o PT do B. Já o ex-vereador Antônio Hamilton Fechine, que revelara estudar a possibilidade de trocar de partido para ser candidato a prefeito, acabou ficando no PSL. Observando as relações de filiados divulgadas pela Justiça Eleitoral, a conclusão inevitável é de que muitos partidos, que faziam enorme mistério sobre seus quadros, estavam apenas blefando.

Ontem...

Há cerca de um mês, o vereador Fernando Carvalho mostrou-se profundamente irritado porque um radialista afirmou que sua filha, Alana Carvalho, que atualmente responde pela Coordenadoria do Meio Ambiente da PMCG, iria se filiar ao PRTB.

Hoje...

“Falei pra você com todas as letras que esse assunto não existe para nós. Não sei nem quem faz parte do PRTB em CG”, disse Fernando Carvalho, em resposta ao radialista Marconi Tenório, via Twitter, no dia 24 de agosto. No entanto, conforme os dados do TSE, Alana está filiada ao PRTB. A não ser que seja uma homônima, o assunto existia.

Era petista

A base de dados do TSE confirma que a ex-prefeita Cozete Barbosa não havia, realmente, sido excluída dos quadros do PT. Segundo o TSE, Cozete, filiada ao partido desde 12/05/87 teve o registro cancelado, “a pedido da eleitora”, apenas no último dia 05.

É verdade

Segundo a versão oficial, conhecida de todos os paraibanos, Cozete Barbosa havia sido expulsa do PT em 2007, por decisão da maioria dos petistas em assembleia realizada em João Pessoa. No último dia 07, o Diário Político repercutiu declaração da ex-prefeita, que revelara ter sido necessário se desfiliar do antigo partido para ingressar no PSC.

Sem efeito

É evidente que a maioria petista realmente aprovou a expulsão de Cozete, no entanto, é também óbvio que, por alguma razão, a decisão nunca foi levada a efeito junto à Justiça.

Futuro

Agora filiada ao PSC, atendendo a convite pessoal do deputado estadual e pré-candidato a prefeito Guilherme Almeida, Cozete poderá disputar uma vaga na Câmara em 2012.

Prefeitável

O professor Thompson Mariz, reitor da UFCG, que figura na lista de candidatos do PT a prefeito de Campina Grande, está filiado ao partido e com domicílio eleitoral na cidade.

Pendente

A possibilidade de Thompson ser candidato em CG desagrada parte do PT e ele mesmo chegou a cogitar ser candidato no Sertão. Na base do TSE, seu registro aparece sub judice.

Nenhum comentário

.