COZETE ESTÁ VOLTANDO. E MAIS: WALTER BRITO NETO SONHA COM APOIO DE VENEZIANO PARA DISPUTAR PREFEITURA CONTRA DIOGO

Saindo na frente, o Diário Político de 28 de julho, uma quinta, antecipou uma informação que seria confirmada apenas no último sábado: a filiação de Cozete Barbosa ao PSC do deputado estadual Guilherme Almeida. “A ex-prefeita Cozete Barbosa teria se filiado ao PSC. A informação chegou ao Diário Político na noite da última terça-feira, mas não foi confirmada (nem desmentida) pela ex-petista. Será que Cozete tentará voltar à Câmara Municipal nas eleições 2012?”, questionamos.

Nos dias seguintes, outros veículos repercutiriam a notícia da filiação, mas a ex-prefeita preferiu negar seu ingresso no Partido Social Cristão, a fim de evitar maiores especulações em torno de uma eventual volta sua às disputas eleitorais. No último sábado, no entanto, durante o I Encontro Regional da legenda, não apenas foi confirmada a adesão da ex-prefeita aos quadros da sigla de Guilherme, como ela assumiu a direção da ala feminina do PSC. Resta, agora, o questionamento: Cozete disputará uma vaga na Câmara Municipal.

A ex-prefeita evita comentar o assunto. Mas, como a própria ex-petista revelou-nos durante uma entrevista exclusiva em maio, mesmo fora da vida partidária jamais deixou de ser política. “Nunca deixei de fazer militância. Antes de qualquer coisa, sou uma militante. Sobre voltar a me candidatar, isso não está definido na minha cabeça. As pessoas me cobram isso. Tenho uma história política de mais de trinta anos, uma militância e um trabalho social muito grandes. Mas, disputar eleição não está claro para mim. Tenho que colar todos os meus caquinhos, me reorganizar, reorganizar as emoções, curar as feridas para que eu possa oferecer o que tenho de melhor. Agora, é uma possibilidade, afinal, a política está no meu sangue”, disse, na ocasião.

Por que Cozete se filiaria ao PSC, se não pelo fato de a ideia de voltar a disputar uma eleição já começar a, pelo menos, clarear em sua cabeça? Aparentemente, o único impedimento para a ex-prefeita seria algum óbice jurídico. O que já são outros quinhentos.

Unanimidade

Sob a batuta do presidente estadual Rodrigo Soares, o PT realizou um encontro em Campina Grande no último sábado e, por mais incrível que pareça, construiu uma resolução que teve a concordância de todas as tendências, com aprovação unânime.

Discurso e prática

Em síntese, a resolução aprovada pelos petistas é genérica. Reforça o discurso do partido de ter candidaturas próprias nas principais cidades do estado, caso de Campina Grande, mas não delineia ações efetivas de independência, como, por exemplo, entregar cargos ocupados nos governos de João Pessoa e Campina. O que seria uma atitude marcante.

Expectativa

Após deixar o PRB, o ex-deputado federal Walter Brito Neto resolveu se filiar ao PMDB, atendendo, segundo ele, a convite do prefeito Veneziano Vital do Rêgo. Walter aceitou, com a esperança de ser escolhido por Veneziano para disputar a sua sucessão.

Na fila

Walter Brito Neto disse ter recebido uma missão e a expectativa de candidatura. “Veneziano convidou-me para ingressar no PMDB, nos colocando como uma das opções dentre os nomes de onde sairá o candidato a prefeito. Não pude resistir ao convite e a missão que me foi posta, certo de que no PMDB posso fazer muito mais”.

Rinha

Walter ainda revelou a expectativa sobre qual seria seu adversário. “No PMDB, posso enfrentar Diogo Cunha Lima de igual pra igual, ele com Cássio, eu com Veneziano”.

Definido

O vereador Fernando Carvalho divulgou nota ontem intitulada “Mudar para gerar esperança”, na qual confirma sua filiação ao PT do B e sua pré-candidatura a prefeito.

Dúvida

O deputado federal Hugo Motta defende a união da bancada paraibana para apoio a Damião Feliciano para o Tribunal de Contas da União. O que ganharia a Paraíba com isso?

Distante

Não é justo cobrar do deputado Ruy Carneiro o apoio incondicional a Damião, só por ele ser paraibano. Feliciano, aliás, não compareceu às reuniões do “Pacto pela Paraíba”.

Nenhum comentário

.