TEMENDO QUE O PTN CAIA 'NAS MÃOS' DO PMDB, JOÃO DANTAS VAI TROCAR O PARTIDO PELO PSD

O vereador João Dantas acabou mesmo resolvendo deixar o PTN e ingressar no PSD. A possibilidade já era aventada há alguns meses, desde que a briga que corre na justiça pelo comando nacional do PTN ameaçou levar o partido para as mãos de grupos que têm maior proximidade com o PMDB. Com isso, João Dantas tornou-se o primeiro vereador campinense a confirmar a troca de partido. Pelo menos metade da atual legislatura deve mudar de sigla até o dia 07 de outubro, prazo final para trocas, conforme o calendário do TSE.

Sexto vereador mais votado no último pleito, Dantas ficou na suplência e só foi efetivado este ano, após a eleição e posse de Daniella Ribeiro (PP) na Assembleia Legislativa. Sua saída é um baque para o PTN municipal, que não tem outros nomes de expressão na cidade. Em 2008, o polêmico vereador somou 4.735 votos, do total de 5.547 conquistados pelo partido, ou seja, ele teve mais de 85% de todos os sufrágios nominais da legenda, que contou com apenas quatro candidatos.

“Estou no PTN desde 2003. Conquistei dois mandatos pelo partido e não tenho nenhum reparo a fazer sobre ele. Acontece que essa briga jurídica sobre a direção nacional é uma ameaça, mesmo achando que o grupo que quer tomar o PTN não terá sucesso. Ainda assim, vá que, no futuro, ocorra de o partido cair na mão de um Veneziano? Como eu iria ficar? Além do mais, é hora de prestar meu apoio a um amigo, o vice-governador Rômulo Gouveia, que preside o PSD na Paraíba, e ao deputado Manoel Ludgério, que vai comandar o diretório de Campina”, afirmou João Dantas, que confirmou que vai assumir a secretaria do PSD.

Sobre o presidente do PTN, Fábio Medeiros, secretário executivo dos Recursos Hídricos do Estado, o vereador é só elogios. “É um irmão para mim, porque minha relação com seu pai, Lindaci Medeiros (ex-vereador e ex-vice- prefeito de Campina, já falecido), era de pai e filho”, disse. João Dantas ainda explicou que Fábio Medeiros já sabia de sua intenção de deixar o PTN.

Esvaziando

A coisa ficou feia no PTN. Além de João Dantas, a deputada estadual Eva Gouveia também está se mudando para o PSD e seu colega de Assembleia, Toinho do Sopão, já se rebelou contra o comando do partido e pode acabar também indo embora.

Tempo ruim

Diante da perda de um vereador de peso e de uma deputada estadual, Fábio Medeiros estaria desanimado a continuar presidindo o PTN. Antes de saber da saída de João Dantas, Fábio teria oferecido ao parlamentar a direção do partido. Sem João e sem Eva, ele ainda terá que administrar a dor de cabeça em que Toinho do Sopão se transformou.

Vai e vem

Até o dia 07 de outubro, o PR de Campina Grande deverá ganhar um vereador e perder outro. Alcides Cavalcanti, hoje no PRP, estaria prestes a fechar com o partido. Por outro lado, Rodolfo Rodrigues, líder do prefeito Veneziano na Câmara, está de saída.

Em família

Em São Mamede, a prefeitura teria sido transformada numa espécie de casa de família, segundo denúncia da oposição. Sobrinhos, filhos, cunhados e até cônjuges de cunhados do prefeito Francisco das Chagas Lopes de Sousa, o “Doutor Chagas” (DEM), da primeira-dama e do vice, “Doutor Neto”, estariam empregados no executivo municipal.

Muita fé

O senador Vital do Rêgo Filho revelou ontem, através de nota, que ainda tem esperança de que aconteça uma distribuição mais igualitária dos royalties do pré-sal entre os estados.

Lembrando

Apesar de o Congresso ter aprovado, no ano passado, a redistribuição dos royalties, o projeto foi vetado pelo então presidente Lula, atendendo à pressão e lobby do Rio de Janeiro.

Na disputa

O PT deverá lançar candidatos a prefeito nas principais cidades do Sertão. Em Sousa, Lafayette Gadelha e em Patos Lenildo Morais, que é superintendente do Incra na Paraíba.

Mágoas

Já em Cajazeiras, o nome mais forte do PT é o do ex-deputado estadual Jeová Campos. que, no entanto, estaria magoado com o partido e pode acabar candidato por outra sigla.

Nenhum comentário

.