QUE DEUS NOS ACUDA!

Estamos em julho de 2011, mas a campanha eleitoral de 2012 já esquentou. Ontem, o prefeito Veneziano Vital do Rêgo, sem esconder a profunda irritação com as duras críticas que recebeu durante a convenção do PSDB, no domingo, soltou o verbo para cima de cada um dos críticos. Para Veneziano, o ex-governador Cássio Cunha Lima está sofrendo de “ociosidade mental”.

“Ele se acha com autoridade de trazer nas suas palavras considerações, como se Campina não soubesse diferenciar que, enquanto esteve ele como prefeito, deixou, por exemplo, apenas 14 equipes do Saúde da Família. Ou será que ele, em sua ociosidade mental, não se lembra disso?”, cutucou.

Sobre o deputado federal Romero Rodrigues, o prefeito questionou sua “moral” para tecer críticas. “Foi vereador, deputado estadual, agora deputado federal. Teve todas as condições de fazer até pela sua casa, o distrito de Galante, e não fez. Qual é a autoridade moral, política que tem para questionar a administração municipal?”, declarou.

Quanto ao vice-governador Rômulo Gouveia, Veneziano foi ainda mais longe. Garantiu que vai interpelá-lo judicialmente e, cada vez que se referia ao presidente do PSD como vice-governador, como se fora dizer um termo de baixo calão repetia a frase: “com licença da palavra”.

“Essa semana mesmo estaremos entrando com uma interpelação judicial em relação ao que foi proferido pelo – com licença da palavra – vice-governador do estado. Não haverei de ser achacado violentamente, agredido como se não tivesse a acontecer, nas palavras indignas de pessoas que não têm qualquer condição moral de me questionar”, disse.

Por fim, o peemedebista chamou de “alienadas” as críticas do deputado federal Ruy Carneiro à sua gestão. A campanha de 2012 chegou, já com o baixo nível que marca o processo eleitoral na Paraíba – e, mormente, em Campina. Teremos de suportar essa guerra de lama até o fim de outubro do ano que vem. Para depois começar o conflito de 2014. Resta pedir: Deus, nos acuda!

Nenhum comentário

.