FÁBIO MEDEIROS 'ENQUADRA' TOINHO DO SOPÃO, QUE CORRE O RISCO DE PASSAR PARA A HISTÓRIA COMO UM TOLO


O secretário executivo dos Recursos Hídricos e Meio Ambiente da Paraíba, Fábio Agra Medeiros, presidente estadual do PTN, parece ter perdido a paciência de vez com as estripulias do inquieto, falante e empolgado deputado estadual Toinho do Sopão. O noviço parlamentar, eleito com a maior votação já registrada até hoje para a Assembleia Legislativa, mostra-se nitidamente despreparado para lidar com o sucesso meteórico das urnas e, desde a eleição, vem protagonizando episódios patéticos por atitudes e – sobretudo – declarações megalomaníacas.

Até agora, contudo, Fábio Medeiros vinha revelando paciência com Toinho, procurando defendê-lo da ridicularização a que frequentemente se expõe, mas a decisão do deputado de ser pré-candidato a prefeito da Capital, passando por cima do perfil “partido de apoio” do PTN, irritou o presidente. “O deputado Toinho já falou demais. O PTN apóia o governador. Quem escolhe o candidato é o partido e o povo. Declaro hoje apoio a Luciano Agra”, garantiu Fábio.

“Enquanto for presidente, serei leal como sempre ao meu grupo político. Os maranhistas que desistam de inflamar e trabalhar para dividir”, acrescentou, revelando acreditar que, por trás do projeto do deputado, estariam elementos ligados ao PMDB. O comandante petenista ainda elencou algumas das comparações que Toinho já fez entre si e alguns dos seus “colegas” políticos. “Primeiro, era Obama; depois, Jesus e, agora, melhor do que Lula. Mudou geral”, ironizou.

Em fevereiro, o Diário Político condenou o notório preconceito de alguns políticos “tradicionais”, carreiristas, contra o neófito Toinho, tratado com desdém até pela presidência da Assembleia Legislativa. É preciso respeitar a decisão do povo que elegeu o homem da sopa e reconhecer a legitimidade do seu mandato. Toinho, no entanto, também precisa se dar ao respeito, falar menos, estudar mais, se portar com equilíbrio e humildade, ou vai ficar marcado na história como um tolo, correndo o risco de não ganhar sequer eleição para síndico de condomínio.

Publicado no Diário da Borborema de hoje

Nenhum comentário

.