O DISCURSO DE OLÍMPIO


O vereador Olimpio Oliveira (PMDB) está no topo da lista dos mais atuantes da Casa de Félix Araújo. Assíduo aos trabalhos da Câmara e peça importante nos debates do legislativo, Olímpio, contudo, não é daqueles que usam a tribuna várias vezes durante uma única sessão.

Na última quarta-feira, quando o clima na Câmara Municipal – que, geralmente, é de frio para morno – subiu, o peemedebista falou pouco, mas, ainda assim, fez um discurso contundente, carregado de verdades sobre a perspectiva sempre eleitoreira dos gestos e atos da nossa classe política, lembrou a importância da participação ativa da sociedade civil no dia a dia da política e disse ser temerário deixar o futuro de Campina Grande exclusivamente entregue aos políticos. Num meio em que todos pisam em ovos e as palavras, quando não se direcionam apenas aos adversários, são medidas com temor, para não ferir injunções e vaidades, um discurso nestes termos deve ser registrado como um relevante testemunho, digno de crédito e admiração.

Eis o trecho principal da fala de Olimpio Oliveira: “A nossa classe política – e eu, ao contrário daqueles que se julgam mais santos que os outros, não me coloco à parte – está interessada, lamentavelmente, naquilo que se chama de manutenção do poder. O que é que pode contribuir para me reconduzir a esta casa? O que é mais interessante fazer para que eu possa me manter no mandato? É esse pensamento que circunda toda a ação política, invariavelmente, de muitos dos nossos políticos contemporâneos. Daí a necessidade de se pensar ‘fora da caixa’, como sugere um conferencista do mundo corporativo. Pensar que a atividade política não é um projeto de manutenção ou de conquista do poder, mas essencialmente uma forma de você transformar a vida de uma cidade. E que isso não se dá, necessariamente, através de uma política partidária. O cidadão pode e deve contribuir na construção dessa nova ordem política. Deixar o futuro desta cidade nas mãos tão somente da classe política, é uma temeridade”.

Um comentário

Marcello Farias disse...

Sempre acompanho sua coluna e agora passo a adimirar a sua postura. É verdade que nossa classe política pouco se importa com a nossa sociedade. Só se faz presente de 4 em 4 anos para voltar a sua "vida boa". É com grande satisfação que vejo que 4502 pessoas sabiam realmente em que proposta iria confiar seu voto. Eu votaria sem medo de abrir os olhos no Ver. Olimpio Oliveira para Prefeito de Campina Grande. Mesmo sabendo que este pertece ao "grupo que hoje tem o poder municipal", acredito que a postura desse iria sim modificar a forma de fazer uma Campina melhor para nossa sociedade. Parabéns pela coluna do DB. Parabéns pelo Blog. Parabéns por mostrar que em nossa cidade existe políticos que pensam no povo de Campina Grande.

.