Um comentário

Anônimo disse...

Verdade verdadeira.
E já teve até plebiscito pra isso, onde foram gastos mais de 400 milhões de reais.
Uma nova discussão sobre o desarmamento do cidadão de bem não passa de manobra para desviar a atenção do fato de que a sociedade e o poder público NÃO DÃO CONTA de combater a criminalidade.
A proibição da venda da arma legalmente adquirida não adiantaria nada.
Criminosos conseguem armas diretamente de agentes corruptos do exército, da polícia, do tráfico internacional. Muitos andam de AR-15, lança granadas ou pistolas .40.
Proibir o aceeso às armas ao cidadão de bem como forma de conter a violência atualmente vivida é uma piada sem cabimento, piada de mau gosto.

.