NELSON DÁ ULTIMATO AO GOVERNADOR


Até o meio desta semana, o presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, Nelson Gomes Filho (PRP), revelava total firmeza em sua condição de vereador de oposição ao prefeito aVeneziano Vital do Rêgo. “Até o presente momento vocês não me ouviram com outra palavra a não ser oposição ao prefeito Veneziano. Várias e várias vezes já me fizeram essa pergunta e eu continuo sendo oposição”, afirmou recentemente.

Ontem, em conversa com o Diário Político, no entanto, Nelson disse que, se deixar o PRP, estará livre para seguir o rumo que achar melhor. Além das insatisfações com o partido, onde, segundo o parlamentar, tem faltado diálogo, o presidente da Câmara se mostra profundamente aborrecido com o governo do estado que, no seu entender, não tem dado a devida atenção ao legislativo campinense. Nelson afirmou que há muito tenta uma reunião com Ricardo Coutinho e, apesar de ter recebido a promessa do agendamento do encontro por duas vezes, isso não aconteceu.

“Todo dia o governador recebe gente que nem suplente de vereador é. Mas, para o presidente da Câmara de Campina Grande, não se agenda uma audiência”, reclama. Na pauta, o perrepista tem dois assuntos principais a tratar com Ricardo. O primeiro, o pedido de parceria com o estado para um projeto de reforma das instalações da Câmara. “Na próxima legislatura, serão 23 vereadores. Por isso, é necessária uma reforma, e espero realizar essa obra com a ajuda do governo do estado”, explica.

O segundo tema seria uma maior atenção de Ricardo Coutinho à bancada que faz oposição ao prefeito. Para Nelson, se houvesse essa atenção, a bancada poderia ser majoritária. O vereador assegura que segue esperando a definição de um encontro com o governador, mas avisa que essa espera tem prazo. “O secretário Nonato Bandeira (comunicação) ficou de marcar uma audiência para depois do carnaval. Vou aguardar. Aliás, vou aguardar até o fim do mês. Depois disso, terei que tomar uma posição”, declarou Nelson.

Nenhum comentário

.