SENADO FEDERAL APROVA SALÁRIO DE R$ 26,7 MIL PARA PARLAMENTARES, MINISTROS E PRESIDENTE. VENCIMENTOS ATINGEM TETO DO FUNCIONALISMO PÚBLICO

O Plenário aprovou nesta quarta-feira (15) o aumento dos deputados, senadores, presidente e vice-presidente da República e ministros, cujos salários passam a ser de R$ 26,7 mil. O valor, o mesmo do salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal, é o teto do funcionalismo público.

A senadora Marina Silva (PV-AC) manifestou posição contrária ao aumento, lembrando a baixa média salarial do país e a necessidade de corte de gastos públicos. Os senadores Alvaro Dias (PSDB-PR) e José Nery (PSOL-PA) também criticaram o aumento. Alvaro Dias disse que, apesar de considerar o salário dos parlamentares defasado, o aumento só seria plausível se conjugado com os cortes de verbas de gabinete.

No início da tarde, o presidente do Senado, José Sarney, afirmou que, antes de analisar a proposta, aprovada mais cedo pela Câmara dos Deputados, reuniria as lideranças partidárias.

- Vou ver a resolução e ouvir os líderes, a decisão não é da Presidência, é da Casa, e o nosso sistema é sempre ouvir as lideranças - afirmou Sarney, que posteriormente presidiu a votação.

O Projeto de Decreto Legislativo 683/10, que prevê o aumento, agora segue à promulgação.

Fonte: Agência Senado

Nenhum comentário

.