GESTÃO FAMILIAR: PREFEITO DE LAGOA DE ROÇA RESOLVEU EMPREGAR 42 PARENTES, PARA ALEGRIA DOS PRIMOS DA PRIMEIRA-DAMA

Deu no Diário da Borborema*:
.
O nepotismo está em alta na Prefeitura de São Sebastião de Lagoa de Roça, no Brejo paraibano. Denúncias recebidas e apuradas pela reportagem do Diário da Borborema confirmaram que a farra dos cargos ocupados por familiares do prefeito Lúcio Flávio Bezerra de Brito (PSDB) envolve 12 parentes do gestor em cargos de 1º, 2º e 3º escalões e, ainda, indícios de, pelo menos, mais outros 30 cargos comissionados distribuídos em família. Somente nas secretarias, das sete existentes no município, quatro têm à frente familiares do prefeito.

A Secretaria de Ação Social é comandada pela esposa de Lúcio Flávio, Ana Talita Gregório dos Santos; a Secretaria de Controle e Finanças tem à frente a mãe do prefeito, Antonia Isaura de Brito. O irmão do chefe do Executivo Municipal, Luciano Bezerra de Brito, é o responsável pela Secretaria de Obras, Urbanismo e Transporte; e Ramalho Alves Bezerra, tio de Lúcio Flávio, ocupa o cargo de secretário de Administração e Planejamento. Cada umpercebe um salário bruto de R$ 2.550,00 mensais, o que representa um total de mais de R$ 1,2 milhão ao ano.

Além destes, outros oito familiares do gestor de Lagoa de Roça estão lotados em cargos comissionados do município, a exemplo de Heriberto Gregório Filho (assessor administrativo e primo da esposa do prefeito, que também é secretária de Ação Social), Anusca Moura Santos (assessora técnica e prima de Ana Talita), Eric Youzo Hino (assessor técnico e também primo da esposa do prefeito), Luana Lima Gregório (auxiliar da Secretaria de Ação Social, prima da esposa do prefeito e esposa do secretário de Obras, Luciano Bezerra, que por sua vez é irmão do prefeito).

E, ainda, Diany Porto Gregório (assistente administrativo e prima da esposa do prefeito), Luana Kelly da Silva (diretora da Secretaria de Obras e cunhada do prefeito Lúcio Flávio) , Adriana Alves (assistente administrativo e prima da esposa do prefeito) e Helton Pablo Moura Santos (orientador educacional e primo da esposa do prefeito). Não bastasse toda esta "administração pública em família", informações repassadas ao Diário da Borborema dão conta de que outros 32 parentes do prefeito tucano ocupam cargos comissionados na Prefeitura de São Sebastião de Lagoa de Roça.

O nepotismo é ainda mais grave em Lagoa de Roça ao se observar que, conforme informações de fontes ligadas ao município, o prefeito Lúcio Flávio, além de colocar parentes em cargos públicos municipais já existentes, tem criado outros cargos que não seriam necessários, somente com a finalidade de empregar seus familiares e parentes. "O descaso é grande e o que se tem visto é toda a família do prefeito sendo lotada na prefeitura. As irregularidades são grandes, sérias e muitas, porque a Prefeitura tem servido, praticamente, só de cabide de emprego para a família do prefeito", afirmou uma fonte que pediu para não ser identificada.

Outra fonte que também pediu para ter sua identidade preservada denunciou, ainda, que depois da realização do último concurso público para a Prefeitura Municipal de São Sebastião de Lagoa de Roça, muitos dos candidatos aprovados e classificados que eram de outras cidades, ao irem ao setor de Recursos Humanos da Prefeitura providenciar a documentação para assumirem seus cargos, encontraram tantos entraves, provocados por ordem do prefeito, que acabaram abrindo mão da vaga e foram substituídos por familiares e parentes do prefeito, ampliando ainda mais a prática do nepotismo na cidade.

A reportagem do DB tentou diversas vezes manter contato com o prefeito, através de telefone, mas não conseguiu falar com o gestor municipal. A informação repassada pelo Gabinete do Prefeito foi a de que ele estaria em atividade administrativa na cidade de Recife (PE).
.
Reportagem de Tatiana Brandão

3 comentários

Givanildo Santos disse...

Vixe!
Mas e a LRF?

E o Poder Legislativo? Num fiscaliza?
Ou estaria também a serviço do rei?

Anônimo disse...

Estão arrombando os cofres público, sem falar que esta secretaria de assistência social manda e desmanda no nosso município.

Justiça já!!!

Anônimo disse...

É um absurdo saber que temos políticos que atuam descaradamente desta forma.

Todos sabem que o nepotismo é proibido, mas nossos políticos sempre arrumam o jeitinho brasileiro de se beneficiar as custas do povo.

O prefeito da cidade deveria ser o primeiro a dar exemplo.

Mas parece que a lei ainda não chegou em Lagoa de Roça.

O que é uma pena.

.