OPINIÃO: ESTADO INVIÁVEL

As previsões feitas esta semana pelo governador eleito Ricardo Coutinho quanto ao comprometimento atual da receita líquida corrente do Estado com o custeio da folha de pessoal e, sobretudo, as perspectivas pessimistas para estes índices nos próximos meses, levam a uma conclusão lógica: na Paraíba, o Estado tornou-se um fim em si mesmo. No início da semana, Ricardo afirmou que esse comprometimento deve bater, agora em dezembro, na casa dos 58%, apenas com o quadro do executivo.

Segundo Luzemar Martins, que será secretário-chefe da Controladoria Geral do Estado, no total, o índice pode ser de 70%. Ora, desse jeito, não tem Paraíba que agüente! O pior é que o futuro próximo não permite melhores expectativas, afinal, contratações recentes já indicam um inchaço na folha de, segundo Ricardo, pelo menos R$ 8 milhões, e agora o governador José Maranhão decidiu convocar concursados. Ontem, o Diário Oficial já trouxe a convocação de 289 agentes penitenciários, que serão nomeados.

Diante de tal cenário, os primeiros meses do novo governo deverão ser dedicados a uma acurada busca por mecanismos que possibilitem o saneamento dos gastos com pessoal. A matemática é curta e grossa: ou se reduz substancialmente o comprometimento da receita com a folha ou a Paraíba estará completamente inviabilizada. A não ser que um grandioso milagre faça a arrecadação estadual ir, do dia para a noite, às alturas, inexiste outro jeito.

É cortar na carne, ou não haverá recurso para nada. Para o futuro governador, a intenção de Maranhão, ao elevar as despesas com a contratação de pessoal, seria clara: causar embaraços à nova gestão e tentar provocar a ingovernabilidade do Estado. Ricardo chegou a classificar o peemedebista como mesquinho. Seja como for, o remédio a ser adotado é amargo, e as primeiras medidas para reduzir o impacto da folha levarão, inevitavelmente, às demissões. Quem tiver sido contratado nos últimos meses, por exemplo, pode colocar as barbas de molho.

Um comentário

POLITICAMAISCEDO disse...

Ô VEIN MACHO. É LITERALMENTE UMA SACANAGEM.
MAS FAZENDO FESTINHA AOS 80??? POXA. TEM MAIS É QUE PREMIAR ESSE DEPUTADO COM O AUXILIO VIAGRA. BOM, COMO SE TRATA DE UM NORDESTINO CABRA ARRETADO PODE ATE APROVEITADO A "FESTA", MAS O ELEITORADO DUVIDA E ACHA QUE ELE FOI SO UM "FINANCIADOR" DE CAMPANHA DA SACANAGEM; rsrs

.