OPINIÃO: O OUTRO LADO - OU, OS SUJOS E OS MAL LAVADOS


Pelo menos quatro vereadores campinenses saem destas eleições com a certeza de que enfrentarão algumas dores de cabeça. Marcos Raia, do PDT, deve ser enquadrado pela mudança para a base do prefeito Veneziano na Câmara e pela adesão à campanha de José Maranhão.

Alcides Cavalcanti, do PRP, vai responder pelos mesmos motivos perante sua legenda. Antônio Pereira, do PSB, que chegou a ser vice-líder de Veneziano, poderá ser forçado a migrar para a oposição. Rodolfo Rodrigues, do PR, não terá problemas com o partido, mas perderá o apoio do primo, Romero Rodrigues.

Raia e Alcides se rebelaram contra seus partidos, saíram fechando acordos conforme suas conveniências e, o pior, não respeitaram o fato de terem sido eleitos pelo povo para a oposição. Mas, há um outro lado na história.

O PDT de Raia, sob o comando absoluto de Damião Feliciano, negociou de que lado ficaria até a undécima hora, baseando-se apenas nos interesses da privilegiada cúpula, ouvindo pouco e se lixando menos com outros setores e nomes do partido.

A direção do PRP não teve expressão para levar seus dois vereadores (Alcides e Nelson Gomes) a apoiarem o terceiro, Jóia Germano, para deputado estadual. Tivesse Jóia esse apoio, teria sido eleito. Logo, O PRP deu espécie de liberação informal para a infidelidade completa.

Antônio Pereira está hoje onde estava há dois anos. Foi eleito para ser situação, e ficou no seu lugar. O PSB mudou e, por isso, a decisão do povo em 2008 passa a ser – pela lógica controversa dos partidos – o de menos.

Pereira terá que lançar fora seu entendimento e seu histórico até aqui para ser oposição. Já Rodolfo de certo ansiava por migrar para a base de Veneziano. De todo jeito, o PR abraçou o PMDB, e o vereador ou ficava contra o partido ou contra o primo, Romero, que foi fundamental para sua eleição.

Em suma, e indo direto ao assunto, os partidos não têm moral para falar em fidelidade porque são fieis apenas aos interesses daqueles que os comandam.

Publicado no Diário Político desta terça-feira, 09 de novembro

Nenhum comentário

.