DEU NO COMUNIQUE-SE: COLUNISTA DO ESTADÃO PODE SER DEMITIDA APÓS ARTIGO FAVORÁVEL AO BOLSA FAMÍLIA

Do Comunique-se:
.
A colunista do jornal O Estado de S. Paulo Maria Rita Kehl pode ser demitida do veículo após a publicação do artigo “Dois pesos...”, em que fez comentários favoráveis ao programa Bolsa Família, do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No mesmo artigo, publicado no dia 2/10, Maria Rita elogia o jornal por se declarar favorável à candidatura do presidenciável José Serra, como uma atitude honesta do veículo.

A informação de que Maria Rita poderia ser demitida pela publicação do artigo foi divulgada pelos jornalistas Luis Nassif, Bob Fernandes e pelo colunista Xico Sá, da Folha de S. Paulo, em seu perfil no Twitter. O caso se espalhou pela internet e já ocupa o primeiro lugar no Trending Topics Brasil, como o assunto mais comentado no microblog. A notícia também circula em blogs e no Blue Bus.

O diretor de Jornalismo do Estadão, Ricardo Gandour, não confirmou a informação, mas disse que a transição de colunistas no jornal é algo comum. “O jornal tem 92 colunistas. Em todo caso, este ano saíram três e entraram outros três, sempre entra e sai, essa transição é normal”, declarou.

No entanto, segundo o Comunique-se apurou, o futuro da colunista ainda será definido. Existe a possibilidade dela sair do jornal, mas o mais provável é que o veículo opte por estudar melhor o foco dos temas tratados por Maria Rita, que é psicanalista e escreve para o "Caderno 2" do veículo.

A reportagem ainda não conseguiu contato com a colunista.

Nenhum comentário

.